quinta-feira, 8 de junho de 2017

me encontra no banheiro

me encontra no banheiro
façamos um novo universo
versado tecido novo aterrorizado
trezentas doses a mais
carregamentos no rio nilo
doze peças, treze laranjas
um ganso voa pela janela adentro
moedas voam pelos ares arremessadas
cada certeza arremete ao nada
mergulho em fundo de oceano
perfuração por petróleo
profundezas das mais escuras e torpes
mas não, o fim não tem final
me encontra no banheiro
eu sou algum segredo
você me vem suor, degredo
eu me alegro eu não me culpo
eu sou seu sua eu sou o sol eu sou o soul
sistemas se chocam
bate aquela bad
aquele cansaço
satisfação
pra-zer
sem telefone
sem promessa
beijo-beijo
vamos nessa

Nenhum comentário: