terça-feira, 10 de janeiro de 2017

fone, casa

para onde vão longos
os emails imaginários cada palavra
selecionada com esmero dentro

de minha cabeça, se perdem
em rotas que levam

a outros países,

e
se
alguém
grava a mensagem que você
pode querer que eu ouça

a cada noite
mas

hoje não consigo ouvir nada
porque nada chegou
e se não tenho rede conexão
se não há toque
se não me apoio
se dói de tanto

se não há toque
se rogo por abdução
se não me apoio
e nem a lua
se dói de tanto
che cosa vuoi de più

nada chegou

Nenhum comentário: