quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Artaud em O Teatro de Séraphin

"Para descrever o grito com que sonhei, para descrevê-lo com palavras vivas, com as palavras apropriadas e para, boca a boca e respiração contra respiração, fazê-lo passar não para o ouvido, mas para o peito do espectador."

Nenhum comentário: