quinta-feira, 13 de outubro de 2016

espada, garrafa de vinho quebrada, gestos

apolo com sua espada
dionísio com sua garra de vinho quebrada
no meio de um poço de lama
numa luta das mais feias
(inevitabilidades do belo,
tal qual prisma que:
até o sem fim e:
quantas coisas dos im-possíveis:
dos im-ponderáveis:
dos des-medíveis:)
espada, garrafa de vinho quebrada, gestos

Nenhum comentário: