quinta-feira, 8 de setembro de 2016

de malfunção

você entra no quarto e
vejo como tudo está fora do lugar e tudo
simplesmente evapora e você
entra no quarto e é uma bagunça gigantesca
das maiores possíveis e você entra no
quarto e eu às metades às quintas partes aos
quintos de infernos e sete círculos e sou tão tolo
e és a essência de um ser tolo toda a conjugação possível de
tolice encarnada em teu corpo que se move e anda e
entra no quarto e eu começo a derreter imediatamente
cada célula de meu corpo uma usina de força
células átomos explosões eu te digo eu te sigo eu lato para você
que eu sou seu cão seu cão seu cão
seu cão guia seu cão noite
seu cão de sombra e terror eu quero
devorar sua cara
e depois vomito porque és
uma pessoa das mais indigestas e ganindo
uivando
desesperadamente
porque você
ousa
entrar no quarto


Nenhum comentário: