sexta-feira, 29 de julho de 2016

cante cante cante cante

e a passagem
do invento ao aumento ao unguento, desentardeceres
enquanto sonhas, quaisquer coisas de rubro e carmim,
turquesa, opalina, ametista, marfim,
turner é tornar, regresso, demônios anoitecem e cantam
dos segredos das terras de trás dos montes, os rumos dos
casebres são esparsos e tortuosos, sinete
ao fundo, possíveis fecundo
acontece conto e cante
cante cante cante cante

Nenhum comentário: