sábado, 28 de maio de 2016

dos contatos

quando ponho-vos a mão
e a mão arde e grito alto e quase
perco a mão e a possibilidade
de te por a mão sei assim
que nunca foi meu minha nenhuma
sei sequer que nunca existiu intuo tudo
duvido sequer de haver mão ou mãos ou medos
de que queimes qual é afinal
razão caminho
que pôde se fazer com mão e toque

Nenhum comentário: