sábado, 26 de março de 2016

sinais

eu vi nas nuvens, eu vi no topo das montanhas,
muita, mas um bom bando mesmo de gente, viu antes
e emitiram alertas vários, por vezes sutis, outros temerários,
repletos de palavrório e sons estranhos, e tantos
tantos tantos não entenderam nada, é que
o entendimento é um segredinho,
caixinha com código para abrir,
escribas
incrustaram árvores, gorjeios de aves
tão sinistros, tal troças maldosas, trotar de cavalos
e relinchos raivosos,
nada
nada se reconhecia

Nenhum comentário: