quinta-feira, 19 de novembro de 2015

dedo

se eles pudessem eles
entrariam
dentro de nós
e nos explodiriam por dentro, - e

eles não podem?
parece que os segredos
esparramam-se violentamente por
cada um de nossos dedos, seus

meus de todos de cada um
de ninguém, - seu dedo

te pertence, ele é só teu, - não

é não, minha mãe me disse
que meu dedo
é dela, que ela que fez, o que
faço eu disso? de mim? - de

si, para ti, não sei responder, de mim
nego, com ênfase, com fome, - parece

bonito, mas não mata
a fome
de ninguém, essas terras, elas são de quem? - deveriam

ser de todos, cada um, é
isso? - segredos, as

respostas são segredos, - fome,

a fome é eterna, sim, de quem - é

- seu

- dedo

- meu

- dedo

Nenhum comentário: