segunda-feira, 23 de novembro de 2015

a praia

coloque uma grande obra de arte
em posição fetal, coloque-a então
deitada em posição sensual, coloque-a
então deitada no momento final,

e se na terra reina o caos,
o je ne se quoi dos "maus",
no paraíso, o tédio,
a conta-gotas, sem remédio.

com algumas tintas nas digitais
faço carimbos e sonho
que deviro, sapateio, brotar fractais
porque das palavras não tiro ganho.

todo mundo já foi à praia.
isto é, das pessoas daqui. isto é,
dos leitores da veja, isto é,
de uma lista com um monte de artista,
isto é, nem todo mundo já foi à praia.

ei,
você,
vamos a la playa?

Nenhum comentário: