terça-feira, 14 de julho de 2015

minha, meu, meus

deixe
sua mão longe
de minha barba,
que eu não quero

que eu não posso
ter
vontade

de tocar sua barba, desvie
seu olhar de meu
olhar, que eu não
quero
posso ter
vontade

de olhar o seu olhar, sua voz
distante de meu
ouvido
que é em par
então vou ficar calado,

mas dentro assim calado estarei
pedindo
implorando
que sua voz fique bem distante
dos meus
ouvidos

que não
quero posso ter vontade
de sua voz dos meus ouvidos
de que seja sua voz
secreta
no fundo de meus ouvidos
que fure meus tímpanos
sua voz
em
meus
ouvidos

Nenhum comentário: