sábado, 29 de novembro de 2014

monstrinho

monstrinho
ínfimo desprezível
aproveitador sanguessuga
varando a madrugada

em busca em busca
procura ver se acha alguém

pra apoiar
os pés em cima

nem pensa que todos os pés doem
nem pensa

monstrinho
desprezível sanguessuga
ínfimo aproveitador
em busca em busca

tão sujo que nem coragem de pedir tem
nunca achou e ninguém acha mas

sem trégua sem remorso
se acha alguém logo
deixa o peso todo cair

monstrinho aproveitador desprezível
ínfimo sanguessuga
em busca em busca

Nenhum comentário: