sexta-feira, 18 de julho de 2014

o pulsar-vida

o pulsar-vida se fez fome
engoliu meu nome

me deixou ladrando, o pulsar-vida
veio ladeando

foi e fez e comemorou a goleada,
o pulsar-vida quase nada

tá balbuciando cego
o pulsar-vida, cadê meu ego,

o pulsar-vida onde diabos foi parar
a trafegar a vaquejar a marejar

o pulsar-vida esquecido de simesmarias
entregue a avemarias

avesso a encontros
submisso, tonto, lento, ponto.

Nenhum comentário: