domingo, 11 de agosto de 2013

trechos de temas

tomo-te
palavras

i need you here
and not here you too
i cannot explain
i need you here
and not here you too

dissipar o um
em termos todos
que não os meus

castelos a conquistar, outras vidas,
nenhumas, pensares,
relacionais,

que eu pudesse filosofar em outros idiomas
que eu proponha temas
subteses
e daí faça tecidos

das redes de descanso,
de pesca,
elétricas,

que eu as derrube e invada as casas
dos vizinhos e vizinhas
da boa gente

que os faça engasgar
que engasgue a boa gente em mim
que vomitem

que eu volite

que tenha hipopótamos
e rinocerontes
e unicórnios

que tenha coisas maravilhosas

mas me assombra
o orgulho do homem
que se gaba e se infla perante os outros homens
pronto a contar suas belas histórias, e ser admirado,

e muito me toca que é justamente o mesmo
que movo o tomar tomos

essa contra-face, que poderia ser
um derramar sangue 
de si

que poderia ser deixar-se vazar
mas quer ser deixar-se vazar espirrado

homologia
catarro
semên

quando a morte chegar
você simplesmente
não vai sentir mais nada

para que o medo do diabo da morte?
nunca entendi

já fiquei,
já era,


Nenhum comentário: