sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

adieu, dois-zero-um-um

play the tarantello, catchup!, soup and purée!, fone de ouvido e estrada afora, nuvens em blocos, belezuras várias eu variando, the good red road, mensagens truncadas, vagalumes, when the walls start falling down..., caixão tumba terra, areia movediça, besta é tu!, ó mistério de mim!, ó mistério do planeta!, ô manhã veludo, dormir pouco, malditos insetos!, i go bzzzzzzzzzzzzz, catando restos por aí pra montar um ready made, perdi gaudí e bem sofri, encontrei parque lage e detonei, poesias dos morros de anos de todos anos, joelho ralado, quantas quedas!, quantos voos..., we'll be back!, elvis não morreu, neblina pela madrugada, oh darling! let's!, super violão mashup, is that you choking?, pintas nas costas, geometrias desencantadas, ossos quebrados, o mundo acabando com tanta beleza!, raízes galhos luz em cima, dancinha de banda quebrada, tou bi or not tou bi contre votre poitrine, aquele prédio maluco de curitiba, o iraque em recife, a europa toda afora e meu cu!, muita putaria, muito sonho, tintas na tela, translações traduções, jardins defronte a mona lisa, parque no fim da tarde com o uivo e meu ouvido, recompõe decompõe qual nexo, algo lá no fundo chama segue queima, vem que eu quero ver você sambar, só estou aqui às vezes, cepage montmartroise, lorca e artaud no metrô, como se faz a realidade dentro da bolsa, tudo que você podia ser, metas de ano, i can change never change!, shake it baby evil heat, namora comigo?, tudo bem sangrento pra são valentim, jesus e maria das correntes, help in my weakness 'cause i'm falling..., well i'm beggining to see...!, e refazer the end, pra que nunca chegue e nunca acabe, o caminho para o hospício é bonito e tem muitas cores e lá perto tem uma barragem, banco de sangue, velejar águas vermelho, bilhetes de papel long ago, barquinho de madeira, guerra dentro de garrafa, enumerativo como ginsberg mon amour pelo cemitério, aqui no topo do morro tem um, marquei o túmulo de cortázar e terminei tudo na gare du nord, não me perdi por ruas e me arrependo e muito quero, 4x of montreal na balada que lindeza, eis, prece de ano novo, suzanne para três, apoteose de um coletivo de animais, the wild witch of the west, o menino do piado de coruja, corvo negro, ataque pesado, alça de mochila arrebentada no primeiro dia, coisas atrás do sol de marte, a lá la tour toda pirilampa veada, just to love and be loved in return, paradinha subindo céu afora e depois caindo duma vez que só!, flor de lótus de amsterdam para paris e escapando dos canas, monte de livros na bolsa, novas versões novos encadeamentos cadências ordenações & lógicas, cemitério judeu, aquelas lágrimas - uma despedida - tanto afeto, o homem que peca, tijolinhos vermelhos, o fantasma de fulano de tal no hotel paraíso, os cisnes, aqueles canadenses, quebrador, ooh deusinho e os problemas tão difícil, peso demais nas costas e que se foda quem não cabe, café e tv, sem açúcar vá lá, de novo querer muito e querer ir atrás de muito e muito muito muito, nome de pokémon, professoral, zona radioativa colorida, tadzio tadzio, sights of paris inside your iris,  genious camden!, largar filhosdaputa, violência vs violência, reencontros & abandonos, chapações, demensias, plantinhas bacanas, st. germain des-prés, levantar, cair, levantar, cair, levantar, menos drama, cair, levantar, fuck me!, levantar, cair, levantar, é bonito, porra, é bonito (um) sim, nunca acaba 

2 comentários:

Luiza Queirós disse...

nuuuuuuunca acaba

Léo Tavares disse...

bom saber que continuas inspirado. :)