domingo, 4 de dezembro de 2011

coisinha

ô coisa pequena, coisa mínima, tanto mistério que te rodeia, tanta vontade dentro e sempre, cansaço como montanhas que você sobe e crescem, é louco e insano, a gente dorme sonha e no dia seguinte é só ver... ver... ver...

Nenhum comentário: