quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Tornos

tocas meu pulso
sinto pulsares.
tomado,
estado tomos:

maremoto de palavras,
monótona torrente,
...,
queda-te.

possamos ser
abissais
colossos.

na outra vida peixe foste
lá no fundo.
tudo te pesava
e retinhas teu lume
torto.

que fazes, agora?
que agora que fazes?

toca meu pulso
perco meu passo
tocado
esteliforme.

tomados estamos
supremos, cadentes.
instantes, luzentes.
sagrados, poentes.

Nenhum comentário: