quarta-feira, 6 de julho de 2011

longa longa longa

a vontade de fazer a mente calar
que a mente é como uma boca incansável
com língua e tudo mais
narrando cada coisa que ponho os olhos em
cada intenção a ser
e etc e tal,
que falastrão!,
que porre.

Nenhum comentário: