quarta-feira, 2 de setembro de 2009

(pour la route)




o caminho se faz, eis o caminho, o caminho é caminhar, caminho caminho caminho dolorosamente em prados e campinas verdejantes e azulados, azulado o caminho, doce, túrgido e breve, o caminho atordoa, o caminho de prantos e pratos, o caminho dos sábios e baratos, o caminho que cansa, o caminho que suga, o caminho que cansa e suga e sapateia nas costas, o caminho que leva seus pés por cima de você invertendo sua cabeça, o caminho que diz sim não talvez e quem-sabe tudo ao mesmo tempo e sem vírgulas, o caminho caminha e rodopia, caminho que fere e suga, caminho que abusa e mente, caminho feio mal bobo, caminho sem carinho sem açúcar sem afeto, caminho caminho, caminho o caminho, caminho pelo caminho, só caminho pelo caminho e por mais ninguém que fique claro, só caminho porque é o que resta. e não faz sentido.

3 comentários:

Milla Helmine disse...

Nunca faz sentido, mas sempre acaba fazendo.

débora disse...

eu lia teu blog bastante e quando parei com o meu... perdi ele (o teu blog). hoje, num lapso estranho de memória, lembrei do endereço. bom ver que ele está firme, forte e atualizado.

(eu era o blog umbigo legal / pago pau p britney, mas acho difícil que você lembre)

beto,,, disse...

eu lembro sim. legal te rever :)