quarta-feira, 30 de setembro de 2009

dúvida

assim como meu blog matou o fotolog (ou o transformou, pra ser mais preciso), será que o twitter estaria agora matando meu blog?

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

don't pass me by

que eu não corra esse risco, que eu esteja intangível, que o que quer que venha a ser só apareça se não for sangue e fogo, chega de inferno e lava, inverno e nada, ou jogos de palavras, ou qualquer história que eu me conte, ou a cantiga de ninar que eu me cante, qualquer uma dessas coisas, isso não é um apelo, isso é uma ordem, eu declaro que sobre mim isso não mais está, e por mais que seja por agora, que seja por agora, e eu vou, daqui há pouco, sorver uns bons goles de vida. e é só o que há. por agora.

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

(pour la route)




o caminho se faz, eis o caminho, o caminho é caminhar, caminho caminho caminho dolorosamente em prados e campinas verdejantes e azulados, azulado o caminho, doce, túrgido e breve, o caminho atordoa, o caminho de prantos e pratos, o caminho dos sábios e baratos, o caminho que cansa, o caminho que suga, o caminho que cansa e suga e sapateia nas costas, o caminho que leva seus pés por cima de você invertendo sua cabeça, o caminho que diz sim não talvez e quem-sabe tudo ao mesmo tempo e sem vírgulas, o caminho caminha e rodopia, caminho que fere e suga, caminho que abusa e mente, caminho feio mal bobo, caminho sem carinho sem açúcar sem afeto, caminho caminho, caminho o caminho, caminho pelo caminho, só caminho pelo caminho e por mais ninguém que fique claro, só caminho porque é o que resta. e não faz sentido.