segunda-feira, 29 de outubro de 2007

quinta-feira, 25 de outubro de 2007

rumo ao ar

fomos tomar banho de chuva, demoramos demais, a chuva acabou. e estava tão linda antes, tão forte, tão violenta. "acontece."

quarta-feira, 24 de outubro de 2007

domingo, 21 de outubro de 2007

escrito para alguém, não enviado

em flashes confusos toda confusa numa confusa confusão dum confuso texto visual confuso com confusas cores confusas que confuso grita confuso e sussurra confuso simultaneamente e confuso confuso confuso. não, para ser mais exato, sem fuso algum, nem horário, nem de tecelagem, nem qualquer outro.

terça-feira, 16 de outubro de 2007

morte...

deve ser uma dor tão bizarra que a pessoa simplesmente não vê sentindo em expressá-la, né? como se nada que ela dizesse chegasse perto da intensidade do sentimento.

sexta-feira, 12 de outubro de 2007

les enfants

a verdade é que crio aqui realidades e brinco de faz de contas. a verdade é que a massa de fatos indistintos que me entregam são organizados por mim e por mim finalmente. a verdade é que isso não impede o fato de fatos existirem. a verdade é que não sei fazer contas, mas eu já soube tão bem, eu já soube. a verdade é que sempre seremos crianças e não seremos jamais eternos. a verdade é que nada disso é terno e eu não usaria terno nesse dia quente porém nublado. a verdade é que brindo faz de contas. a verdade é que é poético que hoje seja mais um dia no qual tudo foi e pode ser. a verdade é que seria poético, se fosse verdade.

quinta-feira, 4 de outubro de 2007

terça-feira, 2 de outubro de 2007

neurótico

não sei bem o que é neurose, mas devo ter uma. dizem que está na moda.

é que eu fico agoniado com um bando de coisas que tenho a fazer, mas não as faço como deveria, e fico com a sensação abstrata de agonia e não consigo cuidar dela e... ficou confuso, né?